Os 10 carros mais econômicos do Brasil em 2022
3 ago

Os 10 carros mais econômicos do Brasil em 2022

Nem sempre vale a pena olhar para um automóvel apenas pelo seu valor de mercado. Muitas vezes, é necessário entender quais outros investimentos serão realizados, e isso inclui o combustível. Neste artigo, separamos os 10 carros mais econômicos do Brasil em 2022. Continue lendo para saber mais. 

Carros mais econômicos do Brasil em 2022

Renault Kwid

O mais econômico é, sem dúvidas, o Renault Kwid. O carro faz 10,8km/l na cidade e 11km/l na estrada com etanol, além de 15,3km/l na cidade e 15,7km/l na estrada com gasolina. Isso dá uma média de 1,36MJ/km de consumo energético por distância. 

O Kwid é tão econômico que dispara na frente de todos os veículos não-elétricos. Também passou recentemente por uma mudança e agora oferece motor 1.0 de três cilindros com cinco marchas manuais, com 71cv e 10 kgfm.

Além disso, durante sua reestilização, recebeu novo sensor de fase, nova central eletrônica, start-stop, alternador pilotado e muito mais. 

Confira opções de Kwid seminovo aqui.

Peugeot 208 1.0

O Peugeot 208 1.0 faz 10,4km/l na cidade e 11,3km/l na estrada com etanol, além de 14,7km/l na cidade e 16,3km/l na estrada com gasolina. Com um motor Firefly 1.0 de três cilindros e 75 cv herdado do Fiat Argo, esse é um dos carros mais econômicos do Brasil com seu 1,37MJ/km.

O modelo mais básico, lançado em maio de 2022, agora é uma boa alternativa para os motoristas que querem economizar graças ao valor e pacote de equipamentos. 

Confira opções de 208 seminovo aqui. 

Hyundai HB20S 1.0 Turbo

A Hyundai pega duas posições nesse ranking com o mesmo carro. O HB20S 1.0 Turbo tem consumo energético médio pelo Inmetro de 1,37 MJ/km. Esse modelo subiu no ranking geral de carros mais econômicos graças às mudanças no motor por conta do Proconve L7.

O sedã compacto chega a fazer até 16,9km/l na estrada com gasolina e possui transmissão manual de 6 marchas. 

Confira opções de HB20S seminovo aqui.

Chevrolet Onix Plus 1.0

O Onix é outro modelo que preenche espaços nessa lista dos 10 mais econômicos do Brasil. O modelo Plus 1.0 faz 9,6km/l na cidade e 12,5km/l na estrada com etanol, chegando a 13,8km/l na cidade e incríveis 17,6km/l na estrada com gasolina. Com isso, o carro fica com uma média de 1,38 MJ/km. 

O motor 1.0 aspirado com três cilindros chega a até 82cv e 10,6 kgfm, garantindo um desempenho na estrada que nenhum carro à gasolina consegue enfrentar. Apesar de números impressionantes, as mudanças por conta do Proconve L7 tiraram o carro do pódio. 

Confira opções do Onix Plus seminovo aqui

Volkswagen Polo 170TSI

O Volkswagen Polo 170TSI ainda nem saiu e já está na lista dos 10 carros mais econômicos do Brasil. O modelo reestilizado de 2023 será a versão mais básica do hatch, com turbo 1.0 e câmbio manual de 5 marchas idêntico ao Up!. 

O consumo energético médio fica por volta de 1,42 MJ/km, uma boa média para quem ainda sequer chegou a rodar nas estradas brasileiras. 

A meta da montadora alemã era liderar a categoria de hatchs na parte de economia, mas o 208 sustenta essa posição. Mesmo assim, o novo Polo é o melhor entre os 1.0 turbo disponíveis no mercado. 

Confira opções de Polo seminovo aqui.

Chevrolet Onix 1.0

Outro Onix nessa lista, o 1.0 hatch faz 9,5km/l na cidade e 12km/l na estrada com álcool, além de 13,8km/l na cidade e 16,6km/l na estrada com gasolina, batendo a média de 1,42MJ/km e empatando com o Polo.

Os números desse hatch compacto são um pouco piores que sua versão do sedã, caso que pode ser explicado por uma aerodinâmica menos eficiente.

Esse era o terceiro mais econômico do Brasil antes do motor 1.0 aspirado passar por mudanças. Apesar de não ter perdido muitas posições, outros hatchs ficaram na frente. 

Confira opções de Onix seminovo aqui.

Fiat Argo 1.0

Enquanto a Chevrolet passou por problemas com a economia dos carros depois do Proconve L7, a Fiat conseguiu deixar o motor 1.0 Firefly mais econômico. O Peugeot 208 continua liderando os hatchs usando essa motorização, mas o Argo teve um desempenho bom o suficiente para entrar nessa lista. 

O carro faz 9,8 km/l na cidade e 11km/l na estrada com etanol, chegando a 14,1km/l na cidade e 15,8km/l na estrada com gasolina. Também saiu de 1,47 para 1,43MJ/km nessa atualização. 

Confira opções de Argo seminovo aqui.

Chevrolet Onix Plus 1.0 Turbo

O terceiro e último Onix dessa lista é o Plus 1.0 Turbo. Com consumo de 9,3km/l na cidade e 11,8km/l na estrada com etanol e chegando a 13,4km/l na cidade e 16,9km/l na estrada com gasolina, esse modelo fica com uma média final de 1,44 MJ/km.

O motor turbo de 116 cv tem câmbio manual de seis marchas e se aproxima bem da versão de motor aspirada no desempenho na cidade, mas não consegue ir tão bem nas rodovias. 

Ainda assim, um desempenho impressionante para o carro da Chevrolet que segue sendo, além de um dos mais econômicos, um dos carros mais vendidos do Brasil e um dos que menos desvaloriza. 

Confira opções de Onix Plus seminovo aqui.

Volkswagen Virtus 170TSI

Se o Polo é o representante dos hatchs da Volkswagen nessa lista, o Virtus vem como representante dos sedãs da marca. O carro faz 9,6 km/l na cidade e 11,4km/l na estrada com etanol e chega a 13,8km/l na cidade e 16,3km/l na estrada com gasolina.

Esses valores jogam o consumo médio para 1,44 MJ/km no carro com motor 1.0 turbo e câmbio manual de cinco marchas que ainda não foi lançado ou confirmado pela Volkswagen no Brasil. 

Pelo que se especula, a motorização será a mesma do Up TSI: 105cv e 16,8 kgfm. Além disso, o visual atualizado deve ser inspirado no Nivus, como forma de impulsionar as vendas do carro com uma aposta em um novo design. 

Confira opções do Virtus seminovo aqui.

Hyundai HB20S 1.0

O último carro da nossa lista é o HB20S 1.0, com consumo de 10,1 km/l na cidade e 11,9 km/l na estrada com etanol, chegando a 14,3 km/l na cidade e 16,8km/l na estrada com gasolina. 

Esse HB20S é uma das novidades na linha de produção da Hyundai, com motor 1.0 turbo de 120 cv e 17,5 kgfm e câmbio manual de seis marchas. 

A aposta da montadora coreana nessa combinação parece ter dado certo, já que mesmo na cidade o HB20S tem resultados melhores que o Onix Plus. 

Também é impressionante a dupla aparição do carro no ranking de carros mais econômicos do Brasil, sendo que o modelo aspirado nas versões Vision e Evolution fica com a média energética de 1,46 MJ/km.

Confira opções de HB20S seminovo aqui.

Critério do Inmetro para avaliação de carros econômicos

Você deve ter percebido que o critério principal para avaliação de economia dos carros nesse blog não foi o consumo de combustível nas cidades e estradas, mas sim o MJ/km (megajoule por quilômetro).

Isso ocorre porque o Inmetro desenvolveu essa metodologia de avaliação para simplificar o cálculo e listagem de veículos. Como há variação de modelos, versões, consumo com etanol e gasolina, variações da cidade para a estrada e outros fatores, o MJ/km é uma média adequada para os dois combustíveis. 

O que é o Proconve L7

O Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores passou por uma atualização em 1º de Janeiro de 2022, chamada de L7, e impactou diretamente a produção de diversos modelos no mercado brasileiro. 

As cobranças sobre emissão de gases poluentes ficou ainda mais rígida e pressionou as montadoras a aposentar alguns veículos ou mudar sua mecânica (como vimos com vários modelos nessa lista). 

O Proconve existe desde 1986 e é um dos compromissos do governo brasileiro com as pautas ambientais mundiais. 

VOLTAR AO INÍCIO