Quilometragem de carro: como ela influencia na venda ou compra de um seminovo?
16 ago

Quilometragem de carro: como ela influencia na venda ou compra de um seminovo?

Veja neste artigo como a quilometragem de carro influencia na compra ou venda de um seminovo e saiba quais são os outros fatores que afetam o valor do veículo na hora de uma negociação.

Quando um carro é considerado seminovo?

Em teoria, um veículo é considerado seminovo nos três primeiros anos após sua aquisição. Após isso, a terminologia correta legalmente é “usado”. Sendo assim, um carro comprado em 2018, por exemplo, seria um seminovo até 2021.

Contudo, essa não deve ser a única regra usada para a definição de seminovo. Outros fatores que devem ser levados em consideração, por exemplo, são a procedência do veículo e, é claro, sua conservação.

Muito se fala também sobre a influência da quilometragem na escolha de um seminovo. Mas, assim como o ano de compra do carro, esse é um ponto que não pode ser observado sozinho. A seguir, nós explicamos como a quilometragem influencia na compra ou venda do seu carro seminovo. Confira!

Existe quilometragem de carro ideal para um seminovo?

Mais uma vez, quando falamos de teoria, a maioria das tabelas considera ideal a média de 60 mil quilômetros, com até 20 mil quilômetros rodados por ano nos 3 anos do carro seminovo, sendo que a média nacional fica por volta dos 17,5 mil km/ano (dentro do estipulado).

Porém, como dissemos anteriormente, esse fator não pode ser levado em consideração de maneira isolada. Sem as manutenções preventivas realizadas nas quilometragens corretas, será difícil manter o carro em bom estado, mesmo com baixo uso. 

Assim, quando paramos para pensar em outras questões, seminovos revisados de 100 mil km podem estar melhores que seminovos sem revisão de 20 mil km, por exemplo. Esses últimos, inclusive, podem até perder a categorização por conta do estado de conservação do veículo.

Dessa forma, dois fatores afetam diretamente o preço e qualidade de um seminovo: procedência do veículo e estado de conservação.

Por isso, a quilometragem é apenas um aspecto da análise, e limitar qualquer decisão de aquisição apenas a ela não é o ideal.

Outros fatores que devem ser considerados na escolha de um seminovo serão discutidos abaixo.

Quais outros fatores devem ser observados além da quilometragem?

Na maioria dos locais, a quilometragem é o único fator observado para avaliar o estado de um carro seminovo para negociação, contudo, isso pode levar a muitos problemas. 

Aqui no Center Car JF, avaliamos não apenas quantos quilômetros foram rodados, mas todos os aspectos internos e externos do veículo, garantindo automóveis em bom estado em todas as negociações. 

É importante avaliar o histórico das manutenções programadas (trocas de óleo e fluidos), funcionamento do motor, dirigibilidade, sistema de direção (presença de folgas ou endurecimento), avarias na lataria, ferrugens, estado de conservação dos pneus, colunas das portas, capô, documentação, laudos emitidos sobre o veículo e muito mais.

A conservação ainda pode ser avaliada através de sintomas de falhas, como:

  • barulhos estranhos no motor;

  • pintura com irregularidades;

  • bancos e parte interna desgastados (incluindo volante, manopla do câmbio, pedais e acelerador);

  • fumaça excessiva ao acelerar o veículo;

  • poucos componentes originais após muitas revisões;

  • vidros com falhas ou defeitos;

  • borrachas soltas ou mal encaixadas;

  • rodas e pneus desgastados.

Ao avaliar o veículo como um todo, e não só a quilometragem, é possível encontrar boas oportunidades em negociações, reduzindo o prejuízo a longo prazo com automóveis sem revisões e com peças muito avariadas, que exigirão trocas após a aquisição. 

Como conferir a quilometragem de carro?

Quem busca maior garantia na negociação de automóvel seminovo deve sempre procurar lojas e vendedores reconhecidos, evitando problemas na aquisição. 

Ainda assim, muitos futuros proprietários gostam de garantir uma avaliação completa do veículo antes de assinar os papéis e ter o novo carro na garagem.

Por isso, as dicas abaixo podem ser muito úteis:

Confira a documentação

Os interessados em carros seminovos precisam verificar o manual de revisões e conferir se as datas estão corretas, se as páginas estão completas e se foram feitas rasuras. 

Caso queira reforçar os dados, compare com as trocas de óleo. As oficinas normalmente deixam adesivos na parte interna dos vidros para acompanhamento.

Depois, é indicado comparar as quilometragens anotadas nos registros para não deixar passar possíveis irregularidades. Conferir o ano de fabricação e das peças é a última etapa.

Avalie o painel

Muitos proprietários, tentando vender veículos de maneira irregular para subir os preços, tentam alterar o hodômetro. 

Assim, deve-se verificar o alinhamento dos números no visor eletrônico e buscar indícios de remoção do painel. 

Não devem ser apresentadas lacunas e o painel não pode balançar após leves batidas. Outra evidência de remoção do painel está nas marcas ou trincas no plástico - podem haver motivos benignos para remoção do visor, mas esse é um bom ponto de atenção.

Fique de olho no desgaste

Um seminovo anunciado com quilometragem de 10 mil km dificilmente terá pedais do freio e acelerador muitos desgastados, por exemplo.

Assim, se um veículo é negociado com certa quilometragem, mas suas peças e partes parecem contar outra história, tenha cautela. Isso não quer dizer que deva cancelar imediatamente a compra: a forma de dirigir e o peso do condutor também alteram a taxa de desgaste das peças.

Não analise apenas detalhes do carro, foque no conjunto para ter uma melhor percepção do estado de conservação.

Fale com a seguradora - se possível

Seguradoras registram a quilometragem de um carro ao fazer vistoria. Dessa forma, é possível entrar em contato com a empresa e solicitar a checagem dos dados mediante pagamento de taxas internas. 

Caso haja discrepância excessiva entre o hodômetro e o valor apontado pela vistoria ou revisão, tem-se sinal claro de adulteração. Contudo, pequenas variações são normais e esperadas.

Veja o consumo dos pneus

Os pneus são excelentes marcações de uso dos veículos para quem busca saber a quilometragem do carro seminovo. Normalmente, duram cerca de 5 anos, entre 40 a 60 mil km, a depender da condição das vias e estradas frequentadas. 

Para seminovos com quilometragem muito baixa, confira se é o primeiro jogo ao ver a data do pneu e a data de fabricação do carro. 

Novamente, as trocas de pneus podem ser feitas por outros fatores além de uma possível fraude.

Faça uma vistoria cautelar

A vistoria cautelar é um processo de avaliação de veículo seminovo com o objetivo de identificar seu real estado de conservação. 

Caso queira saber mais sobre o processo e quais são os pontos avaliados, acesse este artigo do nosso blog.

Contudo, em resumo, a vistoria cautelar usa da análise de um especialista para fazer uma “investigação” do veículo e oferecer maior segurança para o comprador. 

 

Se você busca automóveis seminovos com a garantia de um bom negócio, acesse a página do Center Car JF e confira nossas opções! São dezenas de lojas com diferentes marcas e modelos em oferta. 

VOLTAR AO INÍCIO